Procrastinação: a "arte" de priorizar coisas sem importância e deixar para fazer depois o que é muito mais importante.

Li sobre esse assunto no Suplemento Equilíbrio da Folha de São Paulo de 30 de agosto. Achei interessante porque trata de um hábito corriqueiro do qual nunca havia pensado ou dado a devida atenção.
Diz o texto: "O impulso da procrastinação leva você a fazer qualquer coisa, mesmo sem graça, em vez daquilo que é mesmo necessário". Os autores (Christian Barbosa, especialista em gestão do tempo,Rachel Kerbauy, psicóloga e Raquel Ajzenberg, psicanalista), levantam possíveis explicações para atitudes como deixar louça suja acumulando na pia; fazer as lições de casa na última hora; preferir deletar o lixo do e-mail ao invés de enviar um relatório e assim por diante. Uma delas estaria relacionada à infância, onde a criança é estimulada "a deixar tudo para a última hora porque os pais agiam assim". Outra explicação estaria ligada ao sistema educacional onde o estudante brasileiro é treinado a estudar apenas nas vésperas do exame, decorando a matéria utilizando-se apenas de sua memória. Ainda Freud teria outra formulação , a de que pessoas, por motivos incoscientes, recuariam sempre que estivessem perto de obter sucesso. É o que, também de acordo com o texto, aconteceria com os perfeccionistas que, com medo de não conseguirem fazer algo impecável, paralisariam suas ações e por planejarem metas muito idealizadas, adiariam o trabalho constantemente.
A pesquisa foi feita com 1606 pessoas aqui no Brasil e revelou que, num experimento semelhante no Reino Unido, Austrália e Estados Unidos, somos mais "enroladores"! Para isso haveria a explicação na religião: " A culpa com a procrastinação pesa mais em sociedades influenciadas pelo Luterismo ou Calvinismo onde o trabalho é visto como elemento de salvação e adiá-lo torna-se um vício".
As soluções que foram apontadas no artigo para solucionar a mania de "empurrar com a barriga" e "desembaraçar o meio de campo", seriam:
  • Planejamento: escrever onde e como fará o que precisa;
  • Descomplicação: não criar mais tarefas que o necessário;
  • Barganha: criar "prêmios" para cada etapa finalizada;
  • Dúvida: questionar suas desculpas para protelar;
  • Blindagem: tirar da frente todas as distrações;
  • Flexibilidade: trocar estratégias;
  • Motivação: pensar no ganho com a finalização da tarefa;
  • Organização do tempo: estabelecer prazos;
  • Segurança: definir objetivos realistas; 
  • Auto preservação: evitar lidar ao mesmo tempo com várias situações e 
  • Causas: procurar descobrir o que leva você a protelar.
Pronto! Agora faça o que é realmente relevante para este momento. Boa sorte!
Kátia


31.08.2011
FELIZ DIA DO BLOGUEIRO!
Comemore, é o nosso dia!
O Dia do Blog foi estabelecido de forma informal para o dia 31 de Agosto e consequentemente, o dia do blogueiro.
Esta data foi escolhida porque seus números 31 e 08 se assemelham com a palavra Blog.
Print Friendly and PDF

2 Deixe aqui seu comentário:

Carol disse...

Olá, Kátia!

Talvez você pudesse escurecer um pouco a letra! Sou jovem, mas pra facilitar a leitura precisei selecionar o texto. Talvez um rosa mais escuro pra fazer um tom sobre tom! Só uma dica... pra estimular a leitura do seu blog!

Abraços.

Kátia Kappel disse...

Carol, sei que o que você me pediu já tem um bom tempo.Contudo, estou reformulando aos poucos minhas postagens, acatando o seu pedido.
Agradeço a sua participação e opinião.
Grande abraço,
Kátia